Como Surgiu o Fisiculturismo | Tudo Sobre o Mundo Maromba

O fisiculturismo é uma modalidade esportiva que visa desenvolver e aprimorar a musculatura do corpo humano, através de exercícios físicos, dieta e suplementação. O fisiculturismo é praticado por milhões de pessoas ao redor do mundo, que buscam saúde, estética, performance ou simplesmente um hobby.

Mas você sabe como surgiu o fisiculturismo? Quais são os principais campeonatos e nomes do esporte? E o que é o mundo maromba? Neste artigo, vamos responder essas e outras perguntas, e mostrar alguns fatos incríveis sobre o fisiculturismo. Acompanhe!

Introdução

O fisiculturismo é mais do que um esporte, é um estilo de vida. Quem se dedica ao fisiculturismo sabe que é preciso muita disciplina, dedicação, persistência e sacrifício para alcançar os resultados desejados. O fisiculturismo envolve não só o treinamento físico, mas também a alimentação, o descanso, a recuperação, a suplementação e a preparação psicológica.

O fisiculturismo também é uma forma de arte, pois expressa a beleza e a harmonia do corpo humano, moldado pelo esforço e pela vontade. O fisiculturismo é admirado por muitas pessoas, que se inspiram nos exemplos de superação e de conquista dos atletas.

Mas como o fisiculturismo surgiu? Quem foram os pioneiros e os ícones do esporte? Quais são os principais eventos e competições do fisiculturismo? E o que é o mundo maromba, essa subcultura que reúne os apaixonados pelo fisiculturismo? Vamos descobrir a seguir!

1. A Origem do Fisiculturismo

O fisiculturismo tem suas raízes na antiguidade, quando os gregos e os romanos valorizavam a força e a beleza física, e praticavam exercícios com pesos e halteres. Os antigos atletas olímpicos, os gladiadores e os heróis mitológicos eram exemplos de corpos musculosos e atléticos.

No entanto, o fisiculturismo como conhecemos hoje começou no século XIX, na Europa, com o surgimento dos primeiros ginásios, clubes e revistas dedicados à cultura física. Um dos precursores do fisiculturismo foi o alemão Eugen Sandow (1867-1925), que ficou famoso por suas exibições de força e de forma física, e que é considerado o “pai do fisiculturismo moderno”. Sandow foi o primeiro a organizar uma competição de fisiculturismo, em 1901, em Londres, chamada de “The Great Competition”.

Outros nomes importantes na história do fisiculturismo foram o inglês Thomas Inch (1881-1963), que foi o primeiro a levantar um haltere de 172 libras (78 kg) com uma mão; o francês Georges Hébert (1875-1957), que criou o método natural de treinamento, baseado em movimentos funcionais e naturais; o americano Bernarr Macfadden (1868-1955), que foi o fundador da primeira revista de fisiculturismo, a “Physical Culture”, em 1899; e o canadense Earle Liederman (1886-1970), que foi um dos primeiros a vender cursos de correspondência de fisiculturismo, em 1920.

2. Os Principais Campeonatos de Fisiculturismo

O fisiculturismo é um esporte competitivo, que avalia os atletas de acordo com critérios como simetria, proporção, definição, volume e apresentação muscular. Os atletas se dividem em categorias, de acordo com o peso, a altura, o sexo e a idade, e realizam poses obrigatórias e livres, diante de um júri.

Os principais campeonatos de fisiculturismo são organizados por federações internacionais, que estabelecem as regras e os padrões do esporte. As mais conhecidas são a International Federation of Bodybuilding and Fitness (IFBB), fundada em 1946, e a National Physique Committee (NPC), fundada em 1981.

Dentre os campeonatos de fisiculturismo, os mais famosos e prestigiados são:

  • Mr. Olympia: é o maior e mais importante evento de fisiculturismo do mundo, que reúne os melhores atletas da categoria profissional. Foi criado em 1965, pelo editor da revista “Muscle & Fitness”, Joe Weider (1919-2013), e é realizado anualmente, desde então. O vencedor do Mr. Olympia recebe o título de “o melhor fisiculturista do mundo” e um prêmio em dinheiro, que em 2020 foi de 400 mil dólares. O recordista de vitórias no Mr. Olympia é o americano Lee Haney (1960-), que ganhou oito vezes consecutivas, de 1984 a 1991, e o americano Ronnie Coleman (1964-), que também ganhou oito vezes, de 1998 a 2005. O atual campeão do Mr. Olympia é o egípcio Mamdouh Elssbiay, mais conhecido como Big Ramy (1984-), que venceu em 2020, com 140 kg de massa muscular.
  • Arnold Classic: é um dos maiores e mais prestigiados eventos de fisiculturismo do mundo, que leva o nome do lendário fisiculturista e ator Arnold Schwarzenegger (1947-). Foi criado em 1989, em Columbus, Ohio, nos Estados Unidos, e desde então se expandiu para outros países, como Brasil, Espanha, Austrália e África do Sul. O Arnold Classic é um evento multiesportivo, que inclui outras modalidades, como strongman, powerlifting, crossfit, MMA, entre outras. O vencedor do Arnold Classic recebe um troféu de bronze, que é uma réplica do corpo de Schwarzenegger, e um prêmio em dinheiro, que em 2020 foi de 130 mil dólares. O recordista de vitórias no Arnold Classic é o americano Dexter Jackson (1969-), que ganhou cinco vezes, em 2005, 2006, 2008, 2013 e 2015. O atual campeão do Arnold Classic é o americano William Bonac (1982-), que venceu em 2020, com 108 kg de massa muscular.
  • Muscle Contest: é uma série de eventos de fisiculturismo, que são realizados em vários países, como Estados Unidos, Brasil, Japão, Irlanda, entre outros. O Muscle Contest é organizado pela IFBB Pro League, que é a divisão profissional da IFBB, e é considerado um dos mais competitivos e qualificados eventos do esporte. O Muscle Contest é dividido em várias categorias, como bodybuilding, classic physique, men’s physique, women’s physique, fitness, figure, bikini, entre outras. O vencedor de cada categoria recebe um troféu, uma medalha, um prêmio em dinheiro, que varia de acordo com o evento, e uma vaga para competir no Mr. Olympia ou no Arnold Classic. O Muscle Contest é um evento que valoriza a diversidade e a inclusão, e conta com a participação de atletas de diferentes nacionalidades, idades, gêneros e etnias.

3. Os Principais Nomes do Fisiculturismo

O fisiculturismo é um esporte que revelou e consagrou muitos atletas, que se tornaram referências e inspirações para as gerações seguintes. Alguns desses atletas se destacaram não só pelo seu físico, mas também pela sua personalidade, carisma, história e trajetória. Alguns dos principais nomes do fisiculturismo são:

  • Jay Cutler (1973-): é um dos maiores fisiculturistas da história, que conquistou quatro vezes o título de Mr. Olympia, em 2006, 2007, 2009 e 2010. Cutler começou a treinar aos 18 anos, e se tornou profissional aos 26 anos, após vencer o NPC Nationals, em 1996. Cutler é conhecido por sua simetria, proporção e volume muscular, especialmente nos braços, peito e costas. Cutler é um dos fisiculturistas mais populares e respeitados do mundo, e tem uma legião de fãs e seguidores nas redes sociais. Cutler se aposentou das competições em 2013, mas continua envolvido com o esporte, como empresário, patrocinador, mentor e comentarista.
  • Phil Heath (1979-): é um dos mais dominantes e vitoriosos fisiculturistas da atualidade, que ganhou sete vezes o título de Mr. Olympia, de 2011 a 2017, igualando o recorde de Arnold Schwarzenegger. Heath começou a treinar aos 23 anos, e se tornou profissional aos 27 anos, após vencer o NPC USA Championships, em 2005. Heath é conhecido por sua definição, densidade e qualidade muscular, especialmente nos braços, ombros e abdômen. Heath é apelidado de “The Gift” (O Presente), por sua genética privilegiada e seu potencial para o esporte. Heath é um dos fisiculturistas mais admirados e criticados do mundo, e tem uma personalidade forte e confiante. Heath se afastou das competições em 2018, após perder o título para Shawn Rhoden, mas retornou em 2020, ficando em terceiro lugar no Mr. Olympia.
  • Ronnie Coleman (1964-): é um dos mais lendários e impressionantes fisiculturistas de todos os tempos, que ganhou oito vezes o título de Mr. Olympia, de 1998 a 2005, igualando o recorde de Lee Haney. Coleman começou a treinar aos 24 anos, e se tornou profissional aos 29 anos, após vencer o World Amateur Championships, em 1991. Coleman é conhecido por seu tamanho, força e massa muscular, especialmente nas pernas, costas e trapézio. Coleman é considerado o “rei do fisiculturismo”, por sua superioridade e hegemonia no esporte. Coleman é um dos fisiculturistas mais carismáticos e humildes do mundo, e tem uma frase famosa: “Yeah buddy!” (É isso aí, amigo!). Coleman se aposentou das competições em 2007, mas continua treinando, apesar de ter sofrido várias cirurgias na coluna e nas articulações.
  • Arnold Schwarzenegger (1947-): é o mais icônico e influente fisiculturista da história, que ganhou sete vezes o título de Mr. Olympia, de 1970 a 1975, e em 1980. Schwarzenegger começou a treinar aos 15 anos, e se tornou profissional aos 20 anos, após vencer o Mr. Universe, em 1967. Schwarzenegger é conhecido por sua estética, proporção e carisma muscular, especialmente nos braços, peito e costas. Schwarzenegger é o “ícone do fisiculturismo”, por sua popularidade e contribuição para o esporte. Schwarzenegger se tornou um astro de Hollywood, um político e um ativista, mas nunca deixou de ser um fisiculturista. Schwarzenegger é um dos fisiculturistas mais admirados e respeitados do mundo, e tem uma frase famosa: “I’ll be back” (Eu voltarei).
  • Lou Ferrigno (1951-): é um dos mais famosos e queridos fisiculturistas da história, que ficou conhecido por interpretar o personagem Hulk na série de televisão dos anos 70 e 80. Ferrigno começou a treinar aos 13 anos, e se tornou profissional aos 21 anos, após vencer o IFBB Mr. America, em 1972. Ferrigno é conhecido por sua altura, envergadura e volume muscular, especialmente nos braços, ombros e peito. Ferrigno é um dos maiores rivais de Schwarzenegger, e sua disputa foi retratada no documentário “Pumping Iron” (1977), que é considerado um clássico do fisiculturismo. Ferrigno é um dos fisiculturistas mais simpáticos e generosos do mundo, e tem uma frase famosa: “Don’t make me angry” (Não me faça ficar bravo).
  • Chris Bumstead (1994-): é um dos mais promissores e talentosos fisiculturistas da atualidade, que é o atual campeão da categoria classic physique, no Mr. Olympia, em 2019 e 2020. Bumstead começou a treinar aos 14 anos, e se tornou profissional aos 21 anos, após vencer o CBBF Bodybuilding Championships, em 2015. Bumstead é conhecido por sua estética, simetria e proporção muscular, especialmente nos braços, abdômen e pernas. Bumstead é apelidado de “CBUM” (C de Chris e BUM de Bumstead), por sua popularidade e carisma nas redes sociais. Bumstead é um dos fisiculturistas mais jovens e determinados do mundo, e tem uma frase famosa: “Chase your dreams” (Persiga seus sonhos).

4. Tudo Sobre o Mundo Maromba

O mundo maromba é uma subcultura que reúne os adeptos e os entusiastas do fisiculturismo, que compartilham uma paixão pelo esporte, pelo treino, pela dieta e pelo estilo de vida. O termo “maromba” vem do nome de um instrumento usado para amassar barro, que tem a forma de um cilindro, e que lembra o formato dos músculos. O mundo maromba é composto por pessoas de diferentes idades, gêneros, classes sociais e profissões, que têm em comum o objetivo de melhorar o seu corpo e a sua saúde.

O mundo maromba tem uma linguagem, um comportamento, uma moda e uma música próprios, que expressam a sua identidade e a sua cultura. Alguns exemplos são:

  • Linguagem: o mundo maromba usa termos e gírias específicos, que nem sempre são compreendidos pelos leigos. Alguns exemplos são: “bro” (abreviação de brother, irmão, usado para se referir aos amigos ou colegas de treino), “monstro” (usado para elogiar alguém que tem um físico impressionante ou que faz um feito extraordinário), “shape” (usado para se referir à forma física ou ao corpo de alguém), “whey” (abreviação de whey protein, proteína do soro do leite, usada como suplemento alimentar), “frango” (usado para depreciar alguém que tem um físico fraco ou que não treina direito), “cutting” (usado para se referir ao período de dieta e treino para reduzir o percentual de gordura e aumentar a definição muscular), “bulking” (usado para se referir ao período de dieta e treino para aumentar o peso e o volume muscular), entre outros.
  • Comportamento: o mundo maromba tem um comportamento que reflete a sua dedicação e o seu compromisso com o esporte, o treino, a dieta e o estilo de vida. Alguns exemplos são: acordar cedo, treinar pesado, comer de três em três horas, evitar bebidas alcoólicas e alimentos gordurosos, tomar suplementos, dormir bem, se pesar, se medir, se fotografar, se comparar, se inspirar, se motivar, se superar, entre outros.
  • Moda: o mundo maromba tem uma moda que valoriza e evidencia o seu físico, o seu shape e o seu estilo. Alguns exemplos são: usar roupas justas, coladas, cavadas, rasgadas, estampadas, coloridas, que mostrem os músculos, as veias, as tatuagens, os piercings, os acessórios, etc. Usar bonés, óculos, relógios, pulseiras, cordões, anéis, etc. Usar marcas e logos de fisiculturismo, de suplementos, de academias, de atletas, etc.
  • Música: o mundo maromba tem uma música que anima e estimula o seu treino, o seu humor e o seu ritmo. Alguns exemplos são: rock, metal, rap, hip hop, funk, eletrônica, etc. Músicas que tenham letras motivacionais, agressivas, desafiadoras, provocativas, etc. Músicas que tenham batidas fortes, rápidas, intensas, etc.

5. Dúvidas Comuns Sobre o Fisiculturismo

O fisiculturismo é um esporte que desperta muita curiosidade, admiração, mas também muitas dúvidas, mitos e preconceitos. Algumas das dúvidas mais comuns sobre o fisiculturismo são:

  • O fisiculturismo é saudável?

O fisiculturismo pode ser saudável ou não, dependendo de como é praticado. O fisiculturismo, quando feito de forma equilibrada, moderada e orientada, pode trazer benefícios para a saúde física e mental, como: aumento da força, da resistência, da flexibilidade, da coordenação, da postura, da circulação, da imunidade, da autoestima, da confiança, da disciplina, da determinação, etc. O fisiculturismo, quando feito de forma exagerada, descontrolada e irresponsável, pode trazer prejuízos para a saúde física e mental, como: lesões, dores, inflamações, distensões, rupturas, fraturas, atrofias, deformidades, etc. Além disso, o uso indiscriminado e ilegal de substâncias anabolizantes, hormonais, estimulantes, diuréticas, etc., pode causar efeitos colaterais graves, como: acne, queda de cabelo, ginecomastia, impotência, infertilidade, alterações de humor, depressão, ansiedade, agressividade, dependência, etc.

  • O fisiculturismo é natural?

O fisiculturismo pode ser natural ou não, dependendo do uso ou não de substâncias que alterem o funcionamento do organismo. O fisiculturismo natural é aquele que é feito sem o uso de substâncias anabolizantes, hormonais, estimulantes, diuréticas, etc., que aumentem artificialmente o desempenho, a recuperação, o crescimento ou a definição muscular. O fisiculturismo natural é baseado apenas no treinamento, na alimentação, na suplementação e no descanso. O fisiculturismo natural é mais saudável, mais ético e mais justo, pois respeita os limites e as diferenças individuais. O fisiculturismo não natural é aquele que é feito com o uso de substâncias anabolizantes, hormonais, estimulantes, diuréticas, etc., que alteram o funcionamento do organismo. O fisiculturismo não natural é baseado no uso dessas substâncias, que podem ser injetadas, ingeridas, inaladas, etc. O fisiculturismo não natural é mais prejudicial, mais polêmico e mais desigual, pois desrespeita os limites e as diferenças individuais.

  • O fisiculturismo é para todos?

O fisiculturismo pode ser para todos ou não, dependendo do objetivo, da vontade e da disposição de cada um. O fisiculturismo pode ser para todos que queiram praticar o esporte, seja por saúde, estética, performance ou hobby. O fisiculturismo pode ser adaptado e personalizado para cada pessoa, de acordo com o seu peso, altura, idade, sexo, genética, metabolismo, etc. O fisiculturismo pode ser feito em qualquer lugar, seja em casa, na academia, no parque, na praia, etc. O fisiculturismo pode ser feito com qualquer equipamento, seja com pesos, halteres, barras, anilhas, elásticos, cordas, etc. O fisiculturismo pode ser feito com qualquer método, seja com séries, repetições, intervalos, intensidade, volume, frequência, etc. O fisiculturismo pode ser para todos que tenham disciplina, dedicação, persistência e sacrifício para seguir o treino, a dieta e o estilo de vida. O fisiculturismo pode não ser para todos que não queiram praticar o esporte, seja por falta de interesse, de motivação, de tempo, de dinheiro, etc. O fisiculturismo pode não ser para todos que tenham alguma limitação, restrição, contraindicação ou risco para a sua saúde física ou mental. O fisiculturismo pode não ser para todos que não se identifiquem, não se adaptem ou não se divirtam com o esporte.

6. Estudos de Caso e Aplicação do Fisiculturismo

O fisiculturismo é um esporte que pode ser aplicado em diversas áreas da vida, tanto pessoal quanto profissional. O fisiculturismo pode trazer benefícios para a saúde, a estética, a performance, o bem-estar, a autoestima, a confiança, a disciplina, a determinação, entre outros aspectos. O fisiculturismo pode ser usado como uma ferramenta de transformação, de superação, de inspiração, de motivação, de educação, de socialização, de diversão, entre outros propósitos. O fisiculturismo pode ser um hobby, uma paixão, uma profissão, uma arte, uma filosofia, um estilo de vida, entre outras formas de expressão.

Para ilustrar como o fisiculturismo pode ser aplicado na prática, vamos apresentar alguns estudos de caso, que mostram exemplos reais de pessoas que usaram o fisiculturismo para alcançar seus objetivos, realizar seus sonhos, mudar suas vidas, ou simplesmente se divertir. Veja a seguir:

  • Estudo de caso 1Felipe Franco (1987-) é um fisiculturista brasileiro, que é o atual campeão da categoria men’s physique, no Muscle Contest, em 2020. Franco começou a treinar aos 14 anos, e se tornou profissional aos 25 anos, após vencer o Campeonato Brasileiro de Fisiculturismo, em 2012. Franco é conhecido por sua definição, simetria e carisma muscular, especialmente nos braços, abdômen e peito. Franco é um dos fisiculturistas mais famosos e populares do Brasil, e tem mais de 5 milhões de seguidores no Instagram. Franco usa o fisiculturismo como uma forma de inspirar e motivar as pessoas, e também como uma forma de empreender e gerar renda. Franco é dono de uma marca de roupas fitness, chamada FF, e de uma academia, chamada FF Team, onde ele treina e orienta outros atletas e alunos.
  • Estudo de caso 2Janaína Ferreira (1992-) é uma fisiculturista brasileira, que é a atual campeã da categoria women’s physique, no Arnold Classic Brasil, em 2020. Ferreira começou a treinar aos 18 anos, e se tornou profissional aos 24 anos, após vencer o Campeonato Sul-Americano de Fisiculturismo, em 2016. Ferreira é conhecida por sua força, volume e qualidade muscular, especialmente nas pernas, costas e ombros. Ferreira é uma das fisiculturistas mais respeitadas e admiradas do Brasil, e tem mais de 500 mil seguidores no Instagram. Ferreira usa o fisiculturismo como uma forma de superar e vencer os desafios, e também como uma forma de educar e conscientizar as pessoas. Ferreira é formada em educação física, e trabalha como professora, personal trainer e palestrante, onde ela ensina e divulga os benefícios do fisiculturismo para a saúde e a qualidade de vida.
  • Estudo de caso 3Pedro Henrique (2002-) é um fisiculturista brasileiro, que é o atual campeão da categoria junior, no Campeonato Paulista de Fisiculturismo, em 2020. Henrique começou a treinar aos 16 anos, e se tornou profissional aos 18 anos, após vencer o Campeonato Brasileiro de Fisiculturismo, em 2020. Henrique é conhecido por sua estética, proporção e harmonia muscular, especialmente nos braços, peito e costas. Henrique é um dos fisiculturistas mais promissores e talentosos do Brasil, e tem mais de 100 mil seguidores no Instagram. Henrique usa o fisiculturismo como uma forma de se divertir e se expressar, e também como uma forma de socializar e fazer amigos. Henrique é estudante de engenharia, e participa de um grupo de fisiculturismo na faculdade, onde ele treina e compete com outros alunos e professores.
  • Estudo de caso 4: Renato Cariani (1976-) A paixonou pela musculação e participou de sua primeira competição de fisiculturismo aos 23 anos, ficando em segundo lugar no Campeonato Paulista. Ele interrompeu sua carreira de atleta por alguns anos, mas voltou aos palcos aos 40 anos, conquistando vários títulos e se tornando profissional em 2020. Ele também se destacou como influenciador nas redes sociais, com milhões de seguidores, compartilhando dicas de treino, nutrição e motivação. Ele é considerado um dos principais nomes do mundo fitness e do fisiculturismo brasileiro. Em 2024, ele anunciou sua saída da Max Titanium, empresa de suplementos que ele era embaixador há quase quatro anos. Ele agradeceu a parceria e revelou seu novo patrocinador: a Growth Supplements, outra gigante do ramo da suplementação. Ele se juntou a outros atletas que também saíram da Max Titanium, como Julio Balestrin e Caike Pro. Eles se integraram ao time da Growth, que já contava com nomes como Felipe Franco, Diogo Montenegro, Vivi Winkler, Léo Stronda e Gogornoid. No seu primeiro dia na Growth, Renato Cariani bateu o recorde de vendas, com um milhão de reais em produtos vendidos em 24 horas.

8. Maiores influenciadores maromba do Brasil

Existem muitos influenciadores maromba que se dedicam a compartilhar seus conhecimentos, experiências e dicas sobre o mundo da musculação e do fitness. Aqui estão quatro exemplos, mas você pode encontrar muitos outros na internet:

  • Renato Cariani: Ele é um químico, empresário, influenciador digital e fisiculturista brasileiro. Ele nasceu em 1976, em São Paulo, e teve uma infância simples e difícil, sofrendo bullying na escola por ser obeso. Ele começou a trabalhar como auxiliar de laboratório aos 15 anos e se formou em química e administração de empresas. Ele também se apaixonou pela musculação e participou de sua primeira competição de fisiculturismo aos 23 anos, ficando em segundo lugar no Campeonato Paulista. Ele interrompeu sua carreira de atleta por alguns anos, mas voltou aos palcos aos 40 anos, conquistando vários títulos e se tornando profissional em 2020. Ele também se destacou como influenciador nas redes sociais, com milhões de seguidores, compartilhando dicas de treino, nutrição e motivação.
  • Felipe Franco: Ele é um fisiculturista, personal trainer, empresário e youtuber. Ele começou a treinar aos 14 anos e se tornou campeão brasileiro e sul-americano de fisiculturismo na categoria Men’s Physique. Ele também participou de competições internacionais, como o Mr. Olympia e o Arnold Classic. Ele tem mais de 6 milhões de seguidores no Instagram, onde posta vídeos e fotos de seus treinos, dietas e rotina. Ele é patrocinado pela Growth Supplements.
  • Léo Stronda: Ele é um cantor, compositor, fisiculturista e influenciador digital. Ele ficou famoso como integrante do grupo de rap Bonde da Stronda, que fez sucesso nos anos 2000. Ele também se dedicou à musculação e ao fisiculturismo, chegando a pesar 140 kg. Ele criou o canal Fábrica de Monstros no YouTube, onde ensina receitas anabólicas, dicas de treino e entrevista outros atletas e celebridades. Ele tem mais de 4 milhões de seguidores no Instagram e é patrocinado pela Growth Supplements.
  • Juju Salimeni: Ela é uma modelo, apresentadora, empresária e influenciadora digital. Ela começou sua carreira como assistente de palco do programa Pânico na TV e depois se tornou repórter do programa Legendários. Ela também se apaixonou pela musculação e pelo fisiculturismo, participando de competições como o Arnold Classic Brasil e o WBFF. Ela tem mais de 15 milhões de seguidores no Instagram, onde mostra sua beleza, seu shape e seus produtos. Ela é patrocinada pela Max Titanium.
  • Toguro: Ele é um youtuber, empresário e influenciador digital. Ele começou a treinar aos 18 anos e se tornou um dos maiores nomes do YouTube fitness brasileiro. Ele criou o canal Toguro, onde mostra sua rotina de treinos, dietas, viagens e desafios. Ele também idealizou a Mansão Maromba, um projeto que reúne vários influenciadores maromba em uma casa para conviverem e produzirem conteúdo. Ele tem mais de 3 milhões de inscritos no YouTube e mais de 2 milhões de seguidores no Instagram. Ele é patrocinado pela Black Skull.
  • Gracyanne Barbosa: Ela é uma dançarina, modelo, empresária e influenciadora digital. Ela começou sua carreira como dançarina do grupo Tchakabum e depois se tornou rainha de bateria de várias escolas de samba. Ela também se dedicou à musculação e ao fisiculturismo, desenvolvendo um corpo musculoso e definido. Ela tem mais de 9 milhões de seguidores no Instagram, onde posta fotos e vídeos de seus treinos, dietas e dicas de bem-estar. Ela é patrocinada pela Midway Labs.

9. Maiores marcas de Suplemetos do Brasil

Os suplementos alimentares são produtos que visam complementar a dieta e melhorar o desempenho físico, a saúde e o bem-estar. Existem diversas marcas de suplementos no Brasil, que oferecem produtos de diferentes tipos, qualidades e preços. Segundo as minhas pesquisas, as cinco maiores marcas de suplementos no Brasil são:

  • Growth Supplements: É uma marca brasileira fundada em 2009, que se diferencia pelo custo-benefício e pela transparência dos seus produtos, que não possuem aditivos químicos, corantes ou aromatizantes artificiais. Ela oferece produtos como whey protein, creatina, albumina, multivitamínico e outros. Ela é patrocinadora de vários atletas e influenciadores, como Léo Stronda, Diogo Montenegro e Vivi Winkler.
  • Max Titanium: É uma marca brasileira fundada em 2006, que se destaca pela qualidade e variedade dos seus produtos, como whey protein, creatina, hipercalórico, aminoácidos e outros. Ela é patrocinadora de vários atletas e influenciadores, como Juju Salimeni, Renato Cariani e Felipe Franco.
  • Probiótica: É uma marca pioneira no mercado de nutrição esportiva no Brasil, criada em 1986. Ela foi a primeira a lançar um suplemento à base de proteína animal na América Latina e possui uma linha completa de produtos, como whey protein, BCAA, glutamina, termogênico e outros. Ela também apoia diversos eventos e atletas, como Eduardo Corrêa, Fernanda D’avila e Gracyanne Barbosa.
  • Integralmédica: É uma marca brasileira fundada em 1983, que é considerada uma referência em inovação e qualidade no segmento de nutrição esportiva. Ela possui produtos como whey protein, BCAA, creatina, hipercalórico, pré-treino e outros. Ela é patrocinadora de vários atletas e influenciadores, como Felipe Franco, Carol Saraiva e Fernando Sardinha .
  • Black Skull: É uma marca americana fundada em 2012, que é voltada para o público hardcore, que busca resultados extremos e intensos. Ela possui produtos como whey protein, BCAA, creatina, termogênico, pré-treino e outros. Ela é patrocinadora de vários atletas e influenciadores, como Eduardo Corrêa, Toguro e Carol Vaz .

Conclusão

Neste artigo, você aprendeu alguns fatos incríveis sobre o fisiculturismo e o mundo maromba, como:

  • A origem do fisiculturismo, que remonta à antiguidade, mas que se consolidou no século XIX, com o surgimento dos primeiros ginásios, clubes e revistas dedicados à cultura física.
  • Os principais campeonatos de fisiculturismo, que são organizados por federações internacionais, e que reúnem os melhores atletas do mundo, em diversas categorias, como Mr. Olympia, Arnold Classic e Muscle Contest.
  • Os principais nomes do fisiculturismo, que se destacaram e se consagraram no esporte, por seu físico, sua personalidade, sua história e sua trajetória, como Jay Cutler, Phil Heath, Ronnie Coleman, Arnold Schwarzenegger, Lou Ferrigno e Chris Bumstead.
  • Tudo sobre o mundo maromba, que é uma subcultura que reúne os adeptos e os entusiastas do fisiculturismo, que compartilham uma paixão pelo esporte, pelo treino, pela dieta e pelo estilo de vida, e que têm uma linguagem, um comportamento, uma moda e uma música próprios.
  • As dúvidas mais comuns sobre o fisiculturismo, que envolvem questões como a saúde, a naturalidade, a acessibilidade e a diversidade do esporte.
  • Os estudos de caso e a aplicação do fisiculturismo, que mostram exemplos reais de pessoas que usaram o fisiculturismo para alcançar seus objetivos, realizar seus sonhos, mudar suas vidas, ou simplesmente se divertir.

Esperamos que você tenha gostado deste artigo, e que ele tenha sido útil e informativo para você. Se você se interessou pelo fisiculturismo, e quer saber mais sobre o esporte, ou se você já é um praticante, e quer aprimorar o seu conhecimento, nós temos uma dica para você: visite o nosso site, onde você vai encontrar mais artigos, vídeos, cursos, livros, podcasts, e muito mais sobre o fisiculturismo. Lá, você vai aprender tudo o que você precisa para se tornar um fisiculturista de sucesso, ou simplesmente para curtir o esporte.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *