Tecnologias da Área da Saúde Que Vão Mudar o Setor

A área médica tem sido particularmente rica em criação tecnológica, seja para tornar o caminho dos cuidados mais simples, para fazer órgãos de qualquer peça ou para revolucionar a formação em tempos de crise.

Então, se tivéssemos de fazer um balanço, quais são os avanços a lembrar? Conheça as inovações que marcaram o setor da saúde.

Tecnologias da Área da Saúde Que Vão Mudar o Setor
Tecnologias da Área da Saúde Que Vão Mudar o Setor

1. A ascensão meteórica da teleconsulta

Começamos este ranking com uma tendência que não vai sair de moda tão cedo. Antes da pandemia, ninguém conhecia esta prática e poucos pacientes mostraram curiosidade sobre ela.

Quem diria que as consultas virtuais ganhariam tão rapidamente os corações dos brasileiros? Hoje, é impossível negar a paixão por essa prática digital, encorajada por um contexto de crise de saúde que multiplicou sua ascensão.

Diante dos hospitais saturados, muitos de nós recorremos a uma chamada de vídeo com um médico. Há também uma taxa de satisfação de 88% entre os brasileiros. Rápida e eficaz, a teleconsulta facilita o acesso aos cuidados, especialmente nos desertos médicos.

Não podemos negar, a telemedicina conquistou o nosso dia-a-dia. Agora, a questão se baseia na evolução dessa prática.

Então, qual é o próximo passo? Após as consultas, o governo deseja otimizar o acompanhamento de pacientes em risco de hospitalização ou complicações (patologias crônicas, alta hospitalar, diabetes gestacional, funcionamento de um marcapasso, etc.). Para isso, a vigilância remota médica será generalizada nos próximos anos.

Ela envolve a instalação de sensores e dispositivos no local de vida da pessoa doente para recolher dados sobre a sua saúde. As informações serão então armazenadas e transferidas para um profissional para processamento. Um caso a ser seguido de perto!

2. Inteligência artificial para auxiliar no diagnóstico dos médicos

Continuamos nosso tour com uma tecnologia mais controversa e, no entanto, na origem de muitas inovações no setor de saúde. Se você conhece a inteligência artificial através do Siri, Alexa e Google Assistant, pode discernir menos os avanços médicos que a usam.

Com base na coleta de dados, a inteligência artificial se alimenta de informações abrangentes e variadas sobre um assunto para aprender sem restrições.

Se precisamos de descanso para oferecer uma pausa merecida ao nosso cérebro, não é o caso dessas tecnologias de alto desempenho. Treinadas para reconhecer características particulares, são de fato, extremamente especializadas na detetar patologias.

Muitas vezes tememos a inteligência artificial por causa dos muitos filmes de ficção científica que imaginaram os desvios.

Embora existam questões éticas, as questões do alcance destas tecnologias permanecem infinitas. Nos últimos anos,, a medicina parece estar realmente imersa na era dos dados. Portanto, não é surpreendente que a IA esteja provando ser uma ferramenta valiosa, especialmente para ajudar no diagnóstico.

É o que oferece a empresa AZmed, premiada com um troféu na exposição Santexpo 2021. Com base na inteligência artificial, seu software Rayvolve é uma ferramenta de diagnóstico capaz de detectar todos os tipos de fraturas em radiografias padrão.

O algoritmo de aprendizagem profunda, portanto, identifica anomalias em menos de 0,2 segundos, uma proeza técnica difícil de igualar.

A empresa AZmed criou, portanto, a ferramenta perfeita para oferecer aos radiologistas e médicos de emergência um tempo notável no cuidado de seus pacientes. A empresa AZmed utiliza inteligência artificial para ajudar no diagnóstico na radiologia padrão.

3. O avanço revolucionário das impressões de órgãos 3D

Em junho do ano passado, a NASA divulgou um comunicado de imprensa anunciando os resultados de um concurso único: o Vascular Tissue Challenge. Seu objetivo era avançar na pesquisa sobre órgãos funcionais.

O vencedor dos dois primeiros prêmios, o Wake Forest Institute for Regenerative Medicine (WFIRM) conseguiu cultivar células vascularizadas do fígado humano que podem sobreviver fora do corpo humano por um mês.

Este avanço apresenta perspectivas incríveis, pois permite considerar a reparação ou substituição de um órgão danificado, mas também amodelação do efeito de doenças e de diferentes moléculas.

Concretamente, as equipes do WFIRM imprimiram em 3D uma série de moldes de gel percorridos por canais para transportar o oxigênio e os nutrientes necessários para a sobrevivência do tecido.

A principal dificuldade deste processo baseia-se na diversidade de órgãos e nas suas especificidades de funcionamento. No entanto, este sucesso no fígado sugere um futuro promissor.

Na mesma área, o Moorfields Eye Hospital NHS Foundation Trust, um hospital especializado em oftalmologia em Londres, Inglaterra, comunicou em 25 de novembro de 2021 sobre a primeira prótese ocular fabricada com uma impressora 3D e transplantada com sucesso.

Todo o processo, da modelagem à impressão, se estendeu por duas a três semanas, em comparação com vários meses para a fabricação de uma prótese clássica. Embora esta prótese revolucionária não permita recuperar a visão, ela apresenta um realismo surpreendente e remove a etapa invasiva da moldagem.

4. Novos aplicativos para facilitar o acompanhamento médico diário

Anteriormente, falamos sobre a ascensão dos dados na medicina. Isto, claro, passa pelo desenvolvimento de aplicações cujo objectivo é simplificar a viagem de cuidados com os pacientes.

A criação de aplicativos de cuidado surgiu em resposta à observação marcante de que 20 milhões de pacientes têm de tomar medicamentos todos os dias e aqueles durante longos períodos de tempo, ou mesmo para toda a vida.

Para facilitar seu dia a dia, a Yumed criou um aplicativo móvel para identificar seus medicamentos, agendar lembretes e receber notificações. O histórico de ingestão também permite que você acompanhe seu estoque de medicamentos e não se esqueça de ir ao seu farmacêutico a tempo.

Outra empresa premiada concentra-se na implantação rápida e segura de aplicativos de saúde. A Lifen Platform realiza uma integração única com o SIH (sistema de informação hospitalar) para coordenar as informações entre as equipes técnicas.

Ainda com o objetivo de simplificar o percurso de atendimento, a empresa Enovacom Patient Link oferece uma solução para conectar os pacientes e seus estabelecimentos de atendimento antes, durante e depois de uma estadia.

Assim, o paciente se beneficia de um único aplicativo móvel e web onde seus procedimentos são salvos, enquanto a instituição gerencia a jornada dos pacientes em uma interface única, ergonômica e segura.

Essas diferentes empresas destacam uma tendência no setor da saúde: a de facilitar os procedimentos e o percurso de atendimento. Com a mesma ideia, o Seguro de Saúde criou um caderno de saúde digital, ainda em fase de teste, que será implantado nacionalmente nos próximos anos. Confira também as principais tendências tecnológicas para os próximos anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *